SEMANA DO PATRIMÔNIO DE JAGUARÃO - EDIÇÕES 2018 - 2022

O Instituto Conexão Sociocultural é o responsável por promover a Semana do Patrimônio de Jaguarão desde sua primeira edição em 2018. No ano de 2022 os produtos da edição foram financiados pela Prefeitura de Jaguarão, resultando no lançamento de uma Coleção de Livros Históricos, depois doados à Secretaria de Cultura para a distribuição gratuita junto à população e instituições de interesse. A cidade de Jaguarão é reconhecida como cidade patrimônio pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional). Todavia, esse reconhecimento oficial necessita de um reconhecimento de fato pela sua população para que tenha valia. O patrimônio cultural só possui valor social quando passa a ser constituído pela participação da popular, da qual convergem esforços em busca de uma memória coletiva, vinculando a lembrança, valores e sentimentos, que são fundamentais para o pertencimento e reconhecimento de seus laços identitários, para que assim o patrimônio exista e permaneça, criando senso de reconhecimento e pertencimento. O desconhecimento sobre a manifestações patrimoniais e a necessidade de salvaguarda do patrimônio cultural, por parte da sociedade civil e do poder público, ocasionam o desmantelamento dos bens culturais e consequentemente a perda e o esquecimento das memórias e uma ausência de envolvimento emocional com o patrimônio público e no fim com a própria cidade. A promoção direta de uma aproximação contínua da comunidade com o seu patrimônio ocasiona a conscientização e apropriação, corroborando para a preservação, e por manter ativo e pulsante o patrimônio e as relações de união entre uma população e sua cidade ou nação. A quarta edição da Semana do Patrimônio de Jaguarão, se justificou por ser uma ferramenta de difusão e promoção dos bens patrimoniais locais, que tem por arcabouço estimular a aproximação da comunidade e reconhecimento dessa para com o seu patrimônio, que vai além da pedra e cal, mas intenciona um movimento entre o presente e o passado, por meio da valorização da trajetória histórica, dos agentes envolvidos e do patrimônio material preservado. A memória e o patrimônio estão inseridos no cotidiano de todos, sendo constantemente produzido, seja na zona urbana ou na rural, a nossa herança cultural nos cerca e está sempre presente em nossas identidades. Para que possamos vincular a história de Jaguarão e torná-la acessível aos cidadãos de Jaguarão, buscamos gerar como produtos físicos cinco livros voltados para os feitos históricos de Jaguarão em um ciclo de trocas entre o presente e o passado. Livros esses que serão registros de memórias e de acesso livre para apreciação da comunidade. Além das obras, a edição contou com atividades que estimularam a compreensão do significado do bicentenário da pátria e as contribuições que a cultura e a educação possuem para a construção de uma sociedade igualitária e plural. 

I SEMANA DA DIVERSIDADE SEXUAL DE JAGUARÃO

TEMA: “UM GRITO CONTRA O PRECONCEITO”

DATA: 24 a 30 de março de 2014

ORGANIZAÇÃO: Instituto Conexão Sociocultural

FOMENTO: Prefeitura Municipal de Jaguarão

APOIO: Grupo Nuances LGBT (Porto Alegre), PET – Produção e Política Cultural, Unipampa, Câmara de Vereadores de Jaguarão, ALGBT- Rio Grande, Coletivo Margaridas, URSUL- Ursos do Sul (Porto Alegre),  Hotel Rios e Fusion Music e Lounge

PROMOÇÃO: Programa Frequência Total

APRESENTAÇÃO:

A I Semana da Diversidade Sexual de Jaguarão, teve como tema da sua edição “Um grito contra o preconceito”, realizada entre os dias 24 a 30 de março de 2014. O projeto surgiu através da constatação que no município em questão não há conhecimento de uma ação ou política pública, que considere a liberdade de expressão e da livre orientação sexual e que coíba sua descriminação ou preconceito. A semana contou com palestras e seminários sobre a diversidade sexual, casamento homoafetivo, adoção, entre outros temas e teve o encerramento com a primeira edição da Parada LGBTT de Jaguarão.

PROGRAMAÇÃO:

24/03 Segunda – Abertura oficial junto a Câmara Municipal de Vereadores de Jaguarão às 19:00 Com a presença de Jarbas Tauryno(São Paulo) e Ma. Ana Caroline Jardim (Universidade Caxias do Sul)

25/03 Terça – Manhã e Noite: Palestra sobre diversidade sexual na escola Padre Pagliane.

26/03 QuartaManhã: Palestra sobre diversidade sexual na escola Antonio de Sampaio.

Noite – Palestra sobre diversidade sexual na escola Pereira Vargas.

27/03 Quinta – 09:00 – Unipampa – Seminário “Corpos em foco: discutindo alguns marcadores sexuais e de gênero” Ministrantes: Profa. Dra. Raquel Pereira Quadrado, Ma. Dárcia Amaro Ávila e Mestranda – Taina Guerra Chimieski (FURG).

19:30 – Cine Clube documentário “Dzi Croquettes” – Câmara Municipal de Vereadores de Jaguarão.

28/03 SextaTarde: Apresentações no centro.

29/03 Sábado 10:00 – Oficina Teatro e Diversidade – Unipampa (Com Ator e Diretor Cid Branco).

16:00 – “Pensando a Produção Cultural no segmento LGBT” – Auditório Unipampa. Participação “Grupo Nuances” Porto Alegre e “Grupo Também” de Pelotas.

23:00 – Festa Pré Parada – Fusion Music e Lounge.

30/03 Domingo – 1ª Parada LGBT

14:00Início – Concentração na Praça do Regente

15:00 – Caminhada pela Av 27 de Janeiro até o Cais do Porto

15:30 – Cais do Porto – Apresentações e Shows.

17:30Encerramento

II SEMANA DA DIVERSIDADE SEXUAL DE JAGUARÃO

TEMA: “CENSURADO, INDECENTE E NATURAL”

DATA: 13 a 19 de abril de 2015

ORGANIZAÇÃO: Instituto Conexão Sociocultural

FOMENTO: Prefeitura Municipal de Jaguarão (Secretaria de Desenvolvimento Social e Habitação, Secretaria de Cultura e Turismo e Secretaria de Educação e Desporto) e Poder Legislativo de Jaguarão.

APOIO: Hotel Rios, Coletivo Pé de Que, Coletivo Margaridas, Clube Social 24 de Agosto, PET Produção e Política Cultural, Universidade Federal do Pampa e Círculo Operário de Jaguarão.

PROMOÇÃO: Programa Frequência Total Rádio Mauá FM.

APRESENTAÇÃO:

O projeto da II Semana da Diversidade Sexual de Jaguarão tendo como tema “Censurado, indecente, natural” teve por objetivo principal promover um espaço de discussão e visibilidade às pautas de luta dos grupos que compõem o movimento LGBTT, de forma a buscar o conhecimento, as limitações, as dificuldades e suas conquistas ao longo da militância, bem como, aproximar a população jaguarense do diálogo sobre as diversas formas de expressão da sexualidade humana.

Durante a primeira edição foi abordada a temática do preconceito, direcionando a comunidade em geral no combate as discriminações e intolerância a diversidade sexual, nesta edição a ideia foi trabalhar não só com a comunidade generalizadamente, mas também com o sujeito da comunidade LGBTT, estimulando a aceitação do corpo e desmistificando a ideia causada pela heteronormatividade, que impõe a censura do corpo.

De modo geral, foram realizadas ações como: formação nas escolas do Município com alunos, professores e gestores, seminários voltados a discussão da temática, exibição de filmes ao céu aberto, roda de conversas e finalizando com a Parada LGBTT pela diversidade sexual.

PROGRAMAÇÃO:

10/04 Sexta – Sessão Maldita – Praça do Regente – Exibição de filmes pré semana

13/04 Segunda – Palestras nas escolas

Manhã: Escola Antônio de Sampaio

Tarde: Colégio Estadual Carlos Alberto Ribas – Liceo Rio Branco

Noite: Escola Padre Pagliane – Instituto Espirito Santo

14/04 Terça – Seminário de Abertura – Biblioteca Pública

19:00 – Me. Ana Caroline Jardim (Mestre em Serviço Social e Docente da Universidade de Caxias do Sul)

Fala: Diversidade sexual e de gênero: para além da heteronormatividade.

– Abertura da exposição de fotografias baseadas na temática do evento

15/04 Quarta – Palestras nas escolas

Manhã: Escola Castelo Branco – Escola Lauro Ribeiro (Bretanhas)

Noite: Escola Pereira Vargas.

16/04 Quinta

Noite: 19:30 – Unipampa – Seminário “Corpos em foco: discutindo alguns marcadores sexuais e de gênero” Ministrante: Profa. Dra. Raquel Pereira Quadrado (FURG).

17/04 Sexta

Tarde: Intervenção de teatro

Noite: 19:30 – Cine Debate – Clube 24 de Agosto. – Coletivo Margaridas.

18/04 Sábado

16:00 – “Pensando a Produção Cultural – Entre ocultamentos e revelações: uma leitura do nu na história da arte” – Clube 24 de Agosto.

Ministrante: Professor Dr. Clóvis da Rolt.

00:00 – Festa Pré Parada

19/04 Domingo 2ª Parada LGBTT

Apresentação: Glória Crystal (Secretária Adjunta da Livre Orientação Sexual – Porto Alegre)

Participação: Marina Reidel (Coordenadora de Diversidade Sexual da Secretaria da Justiça e dos Direitos Humanos)

16:00Início – Concentração na Praça do Regente

17:00 – Caminhada pela Av 27 de Janeiro até o Centro de Comercio Informal – Ponte Mauá

17:30 – Centro de Comércio Informal – Palco apresentações e shows.

 

20:30Encerramento

III SEMANA DA DIVERSIDADE SEXUAL DE JAGUARÃO

TEMA: “UM GRITO NO SILÊNCIO”

DATA: 18 a 24 de abril de 2016

ORGANIZAÇÃO: Instituto Conexão Sociocultural

FOMENTO: Prefeitura Municipal de Jaguarão

APRESENTAÇÃO:

O projeto da III Semana da Diversidade Sexual de Jaguarão tendo como tema “Um grito no Silêncio” tem por objetivo principal promover um espaço de discussão e visibilidade às pautas de luta dos grupos que compõem o movimento LGBTT, de forma a buscar o conhecimento, as limitações, as dificuldades e suas conquistas ao longo da militância, bem como, aproximar a população jaguarense do diálogo sobre as diversas formas de expressão da sexualidade humana.

Durante a primeira edição foi abordada a temática do preconceito, direcionando a comunidade em geral no combate as discriminações e intolerância a diversidade sexual, na segunda edição trabalhou-se não só com a comunidade generalizadamente, mas também com o sujeito da comunidade LGBTT, estimulando a aceitação do corpo e desmistificando a ideia causada pela heteronormatividade, que impõe a censura do corpo. Nesta edição a ideia é tratar do silenciamento imposto pela sociedade a essa população, através das mídias, da moda e da concepção de família, que faz com que esse sujeito se mantenha silenciado quanto a sua identidade.

JUSTIFICATIVA:

O tema “UM GRITO NO SILÊNCIO” da terceira edição da semana da diversidade sexual contempla a discussão acerca da dificuldade da aceitação da sociedade em relação a população LGBTT e de seu reconhecimento como sujeitos socioculturais ativos. Com o intuito de popularizar as discussões iremos manter constantemente atuações nas escolas do município, para que a juventude e seus educadores estejam incluídos nas ações de formação político social e sexual disponibilizadas, tendo em vista que acreditamos na educação como forma e ferramenta de transformação social  e cultural. Neste contexto a proposta vem ao encontro da necessidade de criar atividades socioculturais que contemplem a diversidade cultural e sexual da população local e das pessoas que visitam Jaguarão.

I SEMANA MUNICIPAL DA CONSCIÊNCIA NEGRA DE JAGUARÃO

Entre os dias 18 e 23 de novembro aconteceu em Jaguarão a Sexta Semana Municipal da Consciência Negra de Jaguarão, que contou com a participação de brasileiros e uruguaios. Na programação foram incluídas diversas atividades, entre elas, mesas de debates, oficinas, apresentações culturais, mostra de curtas-metragens, Marcha de Zumbi dos Palmares, entre outras.

O Instituto Conexão Sociocultural foi um dos organizadores do evento e foi o responsável pela gestão jurídico-financeira, a organização contou ainda com os seguintes parceiros: Prefeitura de Jaguarão, através da Secretaria de Cultura e Turismo, Ponto de Cultura 24 de Agosto, Yle Axé Mãe Nice de Xangô, Associação de Capoeira Zumbi dos Palmares, PET História da Unipampa, Coletivo Pédequê?, Coletivo Margaridas e Centros MEC – Cerro Largo (UY).

Confira abaixo a programação:

18/11 (terça-feira)

19h – Abertura

Mesa de debate “O racismo no capitalismo e ações afirmativas para a população negra”.

Alcir Martins (Mestre em ciências sociais pela UFSM e militante do Coletivo Insurgência) e Jailton Neves Rasheed (Ativista do Movimento Nacional Quilombo Raça e Classe).

Local: Ponto de Cultura 24 de Agosto

19/11 (quarta-feira)

16h – Roda de conversa, confecção de cartazes e mobilização para a Marcha na Praça Alcides Marques.

19:30h – Mesa de debate sobre “Identidade, Gênero e Diversidade”.

Everton Ferrer (Professor da Unipampa e integrante da coordenação do Fórum EJA do RS), Célio Golim (Presidente do Grupo Nuances) e Suelen Aires Gonçalves (Socióloga e integrante da direção nacional do Movimento de Luta pela Moradia).

Local: Ponto de Cultura 24 de Agosto

20/11 (quinta-feira)

20h Marcha de Zumbi dos Palmares.

Concentração: Cine Regente e deslocamento até o Clube 24 de Agosto, onde haverá roda de capoeira e apresentação de tambores.

Ogã Edna D’Ogum

Local: Ponto de Cultura 24 de Agosto.

21/11 (sexta-feira)

19:30h Fórum de debate sobre Saúde da população negra.

Eliane Oliveira Soares – Coordenadora da Saúde da População Negra de POA

22/11 (sábado)

19:30h Mostra de curta-metragens afro-latinoamericanos e debate com a participação do Coletivo Salvador, de Montevidéu e do Coletivo Pédequê?

Apresentação cultural “Os orixás e o atabaque” – Yle Axé Mãe Nice de Xangô.

23/11 (domingo)

9:30h Percurso de barco a antiga charqueada São Domingos.

Oficinas confirmadas:

Turbante – Mãe Nice de Xangô

Confecção de Bonecas Negras – Andréa Lima

Democracia racial e territórios negros em Jaguarão. PET História – Unipampa.